O I Festival Internacional Fernando Lopes-AlvaiázereCine de Curtas Metragens - I FIFLAC -, promovido pelo Município de Alvaiázere no âmbito da formação AlvaiázereCine (projeto único, dinâmico e inovador na região) tem como objetivos primordiais o incentivo/divulgação/promoção de obras cinematográficas e audiovisuais, bem como o apoio a obras e projetos de novos realizadores, e ainda a atração/formação de novos públicos (potenciando a partilha de experiências entre os vários agentes que participam no festival).
O AlvaiázereCine assenta num programa amplo que visa reiterar a presença decisiva do cineasta Fernando Lopes no contexto do cinema português e a sua trajetória desde o interior agrícola do país até se tornar, inclusivamente além-fronteiras, numa das mais importantes figuras do Novo Cinema português; pretende, ainda, destacar a sua participação decisiva na criação do movimento cineclubista português.
O AlvaiázereCine consiste numa formação on-line de 150 horas, distribuídas em 04 horas semanais de aulas teóricas e 150 horas de prática de filmação, num total de 300 horas. Nesta formação os participantes de diversos países têm a oportunidade de experienciar e dar corpo a um processo completo de criação de curtas-metragens, desde a elaboração do guião até à sua exibição (da pré à pós-produção, portanto).

O I FIFLAC admite a concurso obras sem qualquer restrição temática e institui 8 prémios, em 4 categorias:

“Fernando Lopes”
- Curta metragem de ficção nacional - 500€, Troféu e Diploma;;
- Curta-metragem de animação nacional - 500€, Troféu e Diploma;;
- Curta-metragem documental nacional . 500€, Troféu e Diploma;;

“Imagine Um Mundo Sem Fronteiras”
- Curta-metragem de ficção internacional - 500€, Troféu e Diploma;;
- Curta-metragem de animação internacional - 500€, Troféu e Diploma;;
- Curta-metragem documental internacional - 500€, Troféu e Diploma;;

“Aprendiz - Na Prática É Que Se Aprende”.
- Curta-metragem formação - 500€, Troféu e Diploma;

“Videoclipes”
- Curta-metragem em videoclipe (nacional e internacional) - 500€, Troféu e Diploma;.

I FESTIVAL INTERNACIONAL FERNANDO LOPES-ALVIÁZERECINE DE CURTAS-METRAGENS

NORMAS

1. OBJETIVO E ÂMBITO

O I Festival Internacional Fernando Lopes-AlvaiázereCine de Curtas Metragens - I FIFLAC, promovido pelo Município de Alvaiázere no âmbito da formação AlvaiázereCine (1), decorrerá entre os dias 10 e 12 de dezembro de 2021. O I FIFLAC (projeto único, dinâmico e inovador na região) terá como objetivos primordiais o incentivo/divulgação/promoção de obras cinematográficas e audiovisuais, bem como o apoio a obras e projetos de novos realizadores, e ainda a atração/formação de novos públicos (potenciando a partilha de experiências entre os vários agentes que participam no festival).

(1) O AlvaiázereCine assenta num programa amplo que visa reiterar a presença decisiva do cineasta Fernando Lopes no contexto do cinema português e a sua trajetória desde o interior agrícola do país até se tornar, inclusivamente além-fronteiras, numa das mais importantes figuras do Novo Cinema português; pretende, ainda, destacar a sua participação decisiva na criação do movimento cineclubista português. O AlvaiázereCine consiste numa formação on-line de 150 horas, distribuídas em 04 horas semanais de aulas teóricas e 150 horas de prática de filmação, num total de 300 horas. Nesta formação os participantes de diversos países têm a oportunidade de experienciar e dar corpo a um processo completo de criação de curtas-metragens, desde a elaboração do guião até à sua exibição (da pré à pós-produção, portanto).

2. INSCRIÇÕES
2.1 As inscrições para o I Festival Internacional Fernando Lopes AlvaiázereCine de Curtas Metragens - I FIFLAC estarão abertas até ao dia 08 de novembro de 2021.
2.2 A organização do festival não garante o visionamento e apreciação de filmes recebidos após essa data.
2.3 Os candidatos serão notificados sobre a seleção do júri a partir de 29 de novembro de 2021.

3. ADMISSÃO
3.1 O I FIFLAC admite a concurso obras, sem qualquer restrição temática, nas seguintes categorias:

“Fernando Lopes”
- Curta metragem de ficção nacional;
- Curta-metragem de animação nacional;
- Curta-metragem documental nacional;

“Imagine Um Mundo Sem Fronteiras”
- Curta-metragem de ficção internacional;
- Curta-metragem de animação internacional;
- Curta-metragem documental internacional;

(Obs.: As curtas-metragens realizadas em Portugal serão igualmente avaliadas e concorrerão também na Categoria Internacional)

“Aprendiz - Na Prática É Que Se Aprende”.
- Curta-metragem formação
(implicará uma descrição, no formulário de inscrição, do curso, da escola ou da universidade da qual resulta o filme realizado);

“Videoclipes”
- Curta-metragem em videoclipe (nacional e internacional).

3.2 O I FIFLAC apresenta também a Categoria Especial, na qual serão exibidas as três curtas-metragens realizadas no âmbito da formação AlvaiázereCine: “TRELA”, “MÁSCARA” e “SE ÉS POETA...”, que neste festival não concorrerão a prémios.

4. ELEGIBILIDADE
4.1 São admitidas a concurso animações, documentários, ficções e videoclipes (2), produzidos em 2020 ou 2021, com duração máxima 30 minutos (incluíndo os créditos).

(2) Os videoclipes a concurso concorrerão exclusivamente ao prémio do público

4.2 As obras inscritas poderão ter sido realizadas em qualquer formato, no entanto, deverão concorrer apenas em formato digital e em qualidade apta para projeção. Os formatos requeridos são: 2K Nativo (2048 x 1080), 2K Flat (1998 x 1080) ou Full HD (1920 x 1080). A compressão deve ser H264 (pode ser .mov ou .mp4), com áudio AAC.
4.3 Cada realizador/produtor terá a possibilidade de candidatar até três obras, as quais poderão ser inscritas na mesma ou em diferentes categorias.

5. CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO
5.1 O I FIFLAC será realizado paralelamente em duas versões: presencial, na Casa M. da Cultura do Município de Alvaiázere e online através da Plataforma https://www. festaway.tv
5.2 A participação de representante(s) das obras a concurso no festival será facilitada pelo Município de Alvaiázere, disponibilizando até 20 vagas de alojamento (3). Contudo, os custos de alimentação e transporte serão da responsabilidade do participante.

(3) As vagas existentes serão atribuídas às primeiras 20 inscrições/marcações.

5.3 A participação nas Master Classes do I FIFLAC será online e gratuita, porém a utilização dos conteúdos aí produzidos terá de ser autorizada pela organização do festival.

6. JÚRI
6.1 O painel de júri será composto por cinco profissionais e especialistas da área do cinema. O júri tem a competência de avaliar e atribuir os prémios/distinções.
6.2 Os membros do Júri serão anunciados atempadamente no site da Câmara Municipal de Alviázere, www.cm-alvaiazere.pt.
6.3 Para fins de seleção oficial, a organização apurará um máximo de 30 curtas- metragens. Os números desta seleção poderão variar conforme a participação e qualidade dos trabalhos, caso a organização assim o entenda.
6.4 Nenhum elemento do júri pode inscrever-se para fins do concurso.
6.5 Não haverá hipótese de recurso quanto às deliberações do júri.

7. PRÉMIOS
7.1 O festival institui 8 prémios:
a) Melhor Curta-metragem de Ficção Nacional: 500€, Troféu e Diploma;
b) Melhor Curta-metragem de Animação Nacional: 500€, Troféu e Diploma;
c) Melhor Curta-metragem Documental Nacional: 500€, Troféu e Diploma;
d) Melhor Curta-metragem de Ficção Internacional: 500€, Troféu e Diploma;
e) Melhor Curta-metragem de Animação Internacional: 500€, Troféu e Diploma;
f) Melhor Curta-metragem Documental Internacional: 500€, Troféu e Diploma;
g) Melhor Curta-metragem realizada em ambiente de formação em cine: 500€, Troféu e Diploma;
h) Prémio do Público: 500€, Troféu e Diploma;
7.2 O júri reserva-se ao direito de atribuir Menções Honrosas, ou de não atribuir algum dos prémios/distinções, caso assim o entenda.

8. INSCRIÇÃO
8.1 A inscrição no Festival deverá ser efetuada através da seguinte plataforma, seguindo todos os passos e procedimentos sugeridos:
https://filmfreeway.com/IFESIVALINTERNACIONALFERNANDOLOPES-ALVIAZERECINEDECURTASMETRAGENS
8.2 Os custos associados ao uso das plataformas mencionadas são da responsabilidade do utilizador, bem como o correto preenchimento de todos os dados solicitados para completar a inscrição.
8.3 A inscrição será considerada concluída e finalmente aceita após o preenchimento e envio pelo site www.cm-alvaiazere.pt do Formulário de Candidatura juntamente com:

- Ficha Técnica do Filme;
- Breve bio-filmografia do Realizador incluindo contactos e data de nascimento;
- Lista de Festivais em que o filme tenha participado;
- Autorização do detentor dos direitos (produtor ou realizador) para a utilização do filme nas atividades do Festival;
- Qualquer pedido de informação complementar deverá ser feito para o e-mail: alvaiazerecine@cm-alvaiazere.pt.

8.4 Em caso de dúvida poderá contactar o proponente e gestor do AlvaiázereCine, Hirton Fernandes Junior (+351 926 474 226) ou Paula Cassiano (+351 236 650 711). Em alternativa, poderá enviar e-mail para alvaiazerecine@cm-alvaiazere.pt.

9. ADMISSÃO
9.1 É obrigatório o preenchimento online de todos os campos da ficha de inscrição do Formulário de Candidatura por cada filme a concurso, na página: www.cm-alvaiazere.pt
9.2 No Formulário de Candidatura online deverá ser indicado um link para a visualização do filme por parte da comissão organizadora; aceitam-se trabalhos publicados apenas nas plataformas Youtube ou Vimeo. Aquando da inscrição, No Formulário de Candidatura deve ser indicada a password de acesso privado ao filme, atendendo ao facto de que os filmes submetidos a concurso não poderão estar disponíveis ao público em geral na Web.
9.3 O link do filme enviado no Formulário de Candidatura deverá conter legendas em português, espanhol ou inglês, caso o idioma falado não seja o português;
9.4 Após remetida, a inscrição não poderá ser anulada, nem retirada do concurso.
9.5 Tendo em conta a grande abrangência do público do I FIFLAC, e por razões de programação, as curtas-metragens destinadas a faixa etária maiores de 18 poderão ser alvo de exclusão.
9.6 Consideram-se excluídas do concurso as inscrições que não obedecerem aos requisitos acima descritos.

10. SELEÇÃO
10.1 Logo após a notificação de seleção, e mediante a solicitação por parte da comissão organizadora, é obrigatório o envio dos seguintes materiais:

a) No mínimo, uma imagem do filme em formato digital de alta resolução;
b) Autorização escrita do realizador/produtor/distribuidor para exibição da obra durante o evento;
c) EPK’s (Electronic Press-Kit) e outros materiais promocionais do filme (o envio destes é opcional, mas igualmente importante).

10.2 Estes materiais poderão ser enviados para o endereço eletrónico do festival, sendo aceite o envio através do e-mail ou através de link para download.

10.3 A falta de notificação de seleção por parte da organização do Festival, até às datas antes citadas, determinam que o respectivo filme não foi selecionado para concorrer ao I FESTIVAL INTERNACIONAL FERNANDO LOPES-ALVAIÁZERECINE DE CURTAS METRAGENS. No entanto, serão efetuados esforços para que todos os candidatos sejam notificados por correio electrónico e informados relativamente ao status dos seus filmes.
10.4 A organização do festival reserva o direito de exibição de excertos e ‘trailers’ dos filmes selecionados em canais televisivos ou difundidos através do website num contexto de promoção do festival, no máximo de 10% da duração total do filme.

11. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO
11.1 Todos os filmes candidatos serão considerados para seleção caso cumpram as condições de admissão descritas nos pontos 2, 3, 8 e 9 das normas do I FIFLAC e as suas inscrições tenham sido corretamente concluídas.
11.2 O Júri deverá pontuar os trabalhos numa escala de 0 (zero) a 10 (dez) pontos, sendo que 0 corresponde à pontuação mínima e 10 à pontuação máxima.
11.3 Cada um dos seguintes parâmetros deverá ser avaliado:

- Originalidade;
- Qualidade Técnica (imagem/som/animação);
- Qualidade do Argumento e/ou Narrativa;
- Qualidade da Representação e/ou Locução;
- Qualidade da Realização.

11.4 Para além dos parâmetros referidos anteriormente, poderá haver um espaço para observações pessoais em relação à obra.

12. DISPOSIÇÕES FINAIS
12.1 Todos os materiais enviados para pré-seleção virão a integrar o arquivo do I FIFLAC, ficando os seus promotores autorizados ao seu uso para fins culturais ou educativos.
12.2 O detentor dos direitos autorais autoriza a organização do Festival a usar o filme nas suas atividades.
12.3 Poderão ser usados excertos para fins promocionais do Festival, assim como o seu uso na Internet, publicidade ou outro meio. Para qualquer outro uso o Festival solicitará autorização escrita ao detentor dos direitos da obra.

13. EXCEÇÕES E SITUAÇÕES NÃO PREVISTAS
A organização do festival reserva o direito de ponderar e decidir sobre qualquer questão omissa neste regulamento.